quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Doce terrorismo

Vocês já pararam pra prestar atenção nas músicas infantis? Essas que nossas mães cantavam pra gente e que possivelmente iremos cantar para nossos filhos? Gente! Como a maioria delas é cruel!!! "Boi da cara preta, pega fulaninho que tem medo de careta" "Dorme, nenê, que a Cuca vai pegar" "A canoa virou e tornou a virar foi por causa de Pedrinho que não soube remar" "O anel que tu me deste era vidro e se quebrou, o amor que tu me tinhas era pouco e se acabou" Parei pra pensar nisso um dia desses... O que é que esses autores querem? Ensinar às crianças que a vida não é fácil? Que nem tudo são só coisinhas bonitinhas?! Ainda bem que elas são pequenas e não entendem. Só vão aprender isso mais pra frente, à força!!!

3 comentários:

sabrina disse...

É verdade Gil, pra falar a verdade acredito que de doce elas não tem quase nada. Mais levando em consideração a nossa realidade global esta bem pior as musiquinhas são mamão com açúcar.

Sônia Silvino disse...

Tens razão! E a gente cantava com a maior naturalidade, sem nos darmos conta da gravidade da letra.Quando tu vais visitar o meu blog? Olha que eu vou cantar "boi da cara preta", hein?
Beijos!

Marina Magalhães disse...

E "Atirei o pau no gato, mas o gato não morreu?". Nunca vi tanta maldade contra os felinos... hehehehe. Bjs