quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Leve

A folha dança, solta O pássaro voa, alto A areia se move, rápida A árvore balança, sem pressa A página vira, de mansinho A porta bate, forte O cabelo assanha, sem jeito A brisa vem, refrescate "No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não consegue levar."

2 comentários:

news...nutrição/gastronomia/turismo disse...

sejamos leves sempre leves e o vento da vida não nos leva,nós é que viveremos.
o spaguetti qdo vc quizer
vou postar para deixar vc com água na boca kkkkkkkk

Edson Tavares disse...

Meu amigo Flaw adoraria sua tatuagem... Ele é um poeta e artista plásticvo campinense, que é vidrado por borboletas...