sábado, 13 de dezembro de 2008

Ela

Como pode algo aparentemente tão simples, ser tão fascinante? Tem horas em que ela está bem pequena, fininha. Outras vezes está grande, forte, imponente, iluminada. Atraente. Em alguns momentos você acha que ela nem está lá... mas está. Talvez cansada, se escondendo de tanta admiração. Dizem que é por tudo isso que ela é feminina, é A lua. Seja como for, é linda!

2 comentários:

Izabela Ribeiro disse...

"Ela" é mesmo fascinante! Parece com nós mesmas... Cheia de fases... de LUZ, Atração, Glamour, Crescimento...
Gil... lindas palavras (como sempre)!!
Amuuu, visse =)

news...nutrição/gastronomia/turismo disse...

só o poder de Deus!