sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Maurício

Maurício pega a chave no portão, olha o menino e apanha o lixo Vai chamar não-sei-quem e é chamado de idiota Varre a calçada, lava a piscina de plático, estuda Sempre tem que parar o jogo pela metade Não conhece todas as palavras, mas os xingamentos tem na ponta da língua Mauricio deve ter dor de cabeça ou de ouvido com frequência Acho que ele não sabe o que é "baixo" porque gritos é só o que ouve Os mesmos que eu ouço, mesmo estando do outro lado da rua Se os gritos me acordam, imagino como Mauricio não deve ser acordado Já ouviu tanto o nome dele sendo pronunciado da forma mais estridente possível que acho que quando completar dezoito anos ele vai querer mudar de nome Só que ele ainda vai ter que esperar dez anos pra isso...

2 comentários:

Clébio Melo disse...

Que massa! Adoro quando você fala sobre as impressões que têm acerca do cotidiano dos outros...

Descendentes da minha loucura disse...

Esperar 10 anos... O tempo passa mais rápido do que imaginamos. Gosto da realidade dos seus textos.